Fofuxo.com

Estudos revelam que animais domésticos possuem consciência

Pesquisa explicaria como cães e gatos tomam atitudes que vão contra o seu instinto.

Cães e gatos acabaram, com o passar do tempo, sofrendo uma série de mudanças na forma como eles se comportam, especialmente por causa do seu convívio muito próximo com os humanos, diferentemente de outros animais. E com isso eles acabaram desenvolvendo uma forma particular e única de se relacionar com o ambiente, com os outros animais e principalmente com as pessoas.

Estudos revelam que animais domésticos possuem consciência

Uma pesquisa que teve seus resultados publicados recentemente revela que os animais domésticos podem sim ter uma espécie de consciência, o que acaba diferenciando eles de outros animais. E esta consciência seria a principal explicação para o fato dos cães e dos gatos terem a capacidade de tomar algumas decisões que muitas vezes vão ao encontro dos seus instintos.

A pesquisa foi conduzida por um grupo de neurocientistas residentes na Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Os resultados revelaram que os animais são capazes de ser influenciados pelas atitudes das pessoas ao seu redor, e com isso acaba moldando um comportamento próprio.

Aprendendo o tempo todo

O que motivaram as pesquisas foram as observações nas quais cães e gatos demonstravam um comportamentos diferentes entre si, mesmo aqueles que pertencem a mesma raça e que tiveram um treinamento muito parecido.

Com isso os cientistas e pesquisadores acabaram chegando à conclusão de que os animas poderiam desenvolver determinados comportamentos não apenas pelo seu instinto, mas sim com plena consciência do que estavam fazendo, pretendendo atingir algum objetivo e também ciente de algumas das consequências.

Consciência X Instinto

Os cientistas acreditam que todo o animal, incluindo o ser humano, conta com o instinto que toma decisões inconscientes pensando basicamente na sobrevivência. Por exemplo, ninguém precisa ensinar um animal a cuidar do seu filhote, ele simplesmente sabe fazer, pois isso é importante para a sua sobrevivência.

Quanto mais capacidade intelectual que os animais desenvolvem, menos são as atitudes tomadas apenas pelos instintos, como acontecem com os humanos. E tanto os cães quanto os gatos acabaram aprendendo, com o passar do tempo, a avaliar as situações e tomar decisões com base em uma série de fatores. 

Postado em .


Pela Web

Comentários