Fofuxo.com

Dicas rápidas para falar com o seu cachorro

Gestos corporais e tom de voz são importantes na fala com o cachorro.

Hoje em dia, com os avanços da tecnologia, diversas empresas estão investindo tempo e recursos para conseguir encontrar alguma forma de melhorar a comunicação entre os humanos e os cachorros. Afinal de contas, estes animais acabaram se tornando a principal companhia de muitas pessoas, e por mais que grande parte dos donos tenha certeza absoluta que o seu cão entende tudo que ele fala, as vezes bate aquela dúvida.

Dicas rápidas para falar com o seu cachorro

Mas existem alguns truques que podem ser utilizados no dia a dia com o seu cachorro e que vão ajudar a melhorar a comunicação entre dono e pet.

Os cachorros desenvolvera, ao longo do ano, uma capacidade incrível de entender o comportamento do humano como nenhum outro animal. Muitos estudos e muitas pesquisas estão sendo feitas tentando entender até quando efetivamente os animais entendem os humanos e vice-versa.

Mesmo assim, algumas dicas já podem ser consideradas como comprovadas pela ciência e vão ajudar e muito a conversar com o seu pet.

Escute primeiro

Para que um processo de comunicação seja efetivo é importante que as pessoas tenham em mente que é importante aprender a escutar os cachorros antes de começar a falar com eles. Por isso, é importante escutar o seu pet e entender o que ele está querendo dizer. O cachorro geralmente fala pelo corpo e também pelos latidos.

Uma dica interessante: geralmente quando o cachorro está querendo chamar a atenção do seu dono ele late. Mas quando ele está tentando alertar a pessoa de que algum perigo está por perto ele acaba emitindo ganidos.

Escolha bem as palavras e acerte no tom

Quando está tentando ensinar alguma coisa para o seu cachorro, é importante ter um tom de voz firme, porque eles entendem aquilo como uma ordem. Além disso, também é importante que as pessoas escolhem bem as palavras, preferindo as mais simples e diretas. A postura também é importante, mantenha sempre uma linguagem corporal enérgica tanto para dar ordens quanto para dar broncas.

Fale sempre no presente

O cão não tem uma boa memória para comunicação. Portanto, de nada adianta dar bronca no cachorro por algo que ele fez no passado. O ideal é falar no momento, ou então deixar para lá.

A palavra não também tem força quando utilizada para repreender o seu cão, mas lembre-se de não banalizar ela.

Rotina

A rotina também é importante para ajudar no processo de comunicação com o seu cão. Quando ele sabe mais ou menos o que esperar de uma determinada hora do dia, ele vai conseguir associar melhor as palavras com aquilo que está acontecendo. 

Postado em .


Pela Web

Comentários