Fofuxo.com

Dicas para manter o seu cão calmo neste final de ano

Soluções caseiras e até mesmo terapias podem ajudar neste conturbado período.

Todo o final de ano é a mesma coisa. Basta começáramos a nos aproximar do dia que marca a véspera do natal para que as bombas, rojões e similares comecem a ser ouvidas vindas de todos os lugares. O problema acaba se prolongando até a virada do ano. Estes são alguns dias do calendário que com certeza não trazem nenhuma alegria para os animais de estimação, especialmente os cães.

Dicas para manter o seu cão calmo neste final de ano

Por terem a audição mais aguçada e com características diferentes em relação a dos humanos, uma bomba estourada há muitos metros de distância do cachorro acaba parecendo que está explodindo ao lado dele.

Apesar de não ser uma regra, a grande maioria dos cachorros acabam apresentando medo deste tipo de barulho. Mais do que simplesmente tentar se esconder ou ficar tremendo e encolhido no canto, este tipo de som acaba desorientando completamente alguns cães. O comportamento varia, mas nos casos mais graves eles podem simplesmente fugirem e acabarem perdidos ou ainda se machucar ao acabar se chocando com paredes, portas e similares.

Como não existe qualquer sinal de que as pessoas simplesmente vão parar de estourar suas bombas de final de ano, a principal forma de lidar com este problema é tentar acalmar o seu pet.

Terapias surgem como alternativas

No Brasil está crescendo a quantidade de terapias alternativas aplicadas aos cães. São diversos tratamentos que possuem o objetivo de equilibrar o animal emocionalmente. O final de ano pode ser um excelente momento para as pessoas que desejam experimentar este tipo de metodologia para deixar os seus cães mais calmos.

Dicas para manter o seu cão calmo neste final de ano

Dentre as principais terapias que estão disponíveis temos a acupuntura canina, que possui basicamente o mesmo efeito que a acupuntura nos humanos. Massagens e hidroterapia também podem ser muito interessantes para os animais que possuem problemas emocionais e também contam com alguns distúrbios físicos.

Os florais também acabaram se tornando bastante comuns no mercado pet. Apesar de muitos deles não terem qualquer comprovação científica, a grande maioria é feita com produtos naturais, e com certeza não vai fazer mal nenhum ao seu pet, desde que dado nas quantidades certas e de preferência sempre supervisionado por um veterinário.

Nos dias das bombas

Nos dias que as bombas estouraram durante um longo período, cabe uma série de recomendações para evitar que o pet tenha qualquer tipo de problema mais sério:

  • Tente não deixar ele sozinho, mas caso precise, coloque o pet dentro de uma peça onde ele esteja acostumado. Certifique-se de que não vai existir nenhum tipo objeto cortante ou quebradiço que ele possa atingir e deixe uma televisão ou rádio ligados;
  • Caso vá ficar com o seu pet, não encoraje o animal a sentir medo. Sempre que ele for adulado ou acariciado quando estiver tremendo, ele acabará sendo estimulado a continuar com este comportamento;
  • Tente isolar ao máximo o lugar para diminuir a intensidade do barulho.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários