Fofuxo.com

Dicas e cuidados para criar pets em apartamentos pequenos

Realidade cada vez mais comum das pessoas exige algumas adaptações na hora de adotar ou comprar um cão ou gato.

Hoje em dia, a realidade de muitas pessoas é morar em apartamentos e casas que contam com um espaço menor, especialmente quando comparadas com as soluções de moradia que eram mais comuns no passado. Isso acontece basicamente em virtude da valorização das áreas construídas, especialmente nas grandes cidades.

Dicas e cuidados para criar pets em apartamentos pequenos

Mas, em contrapartida, aumentou consideravelmente a quantidade de pessoas que resolveram adotar um cachorro ou gato, fazendo com que estes pets se tornassem mais do que um simples animal de companhia, e sim um membro importante da família. Mas ainda existe uma preocupação com relação aos cuidados com estes pets em espaços pequenos.

É claro que apartamentos e casas pequenas acabam oferecendo uma certa dificuldade para criar um fofuxo, mas isso não significa que as pessoas precisem simplesmente deixar de cuidar de um cachorro ou gato. Serão necessárias apenas algumas adaptações e cuidados no dia a dia.

Gatos

Os gatos acabam se adaptando mais facilmente aos espaços pequenos. Portanto, criar felinos em apartamentos costuma ser algo simples de ser feito. Mas isso não significa que os donos não precisam tomar alguns cuidados.

Antes de mais nada, caso o gato esteja morando em um apartamento, os donos devem colocar telas em todas as janelas, mesmo que esteja em um andar baixo. Os gatos são bastante curiosos e nunca se sabe quando eles vão resolver explorar o espaço ao redor. Além disso, castrar os gatos masculinos acaba reduzindo bastante a chance de ele sair.

Dicas e cuidados para criar pets em apartamentos pequenos

Caso o apartamento tenha muitas coisas que possam ser estragadas pelos gatos, o ideal é que ele tenha brinquedos a sua disposição.

Cachorros

Na hora de escolher os cães para este espaço, o ideal é apostar nas raças menores e também naquelas mais tranquilas, que conseguem se adaptar melhor a falta de espaço. Dentre os mais recomendados temos Poodle, Yorkshire, Fox Terrier, Schnauzer, Pinscher, Dachshund, Shih-Tzu e Pug. O vira-latas também pode ser interessante, mas é preciso pesquisar quem são os pais para não ter nenhuma surpresa.

Mesmo as raças pequenas de cães precisam gastar um pouco de energia em atividades na rua. Portanto, as pessoas precisam se acostumar a sair para a sua com seus cachorrinhos. De preferência, duas vezes por dia, para que ele possa fazer suas necessidades.

Postado em .


Pela Web

Comentários