Fofuxo.com

Aumenta o uso da Cãoterapia para crianças

Hospitais abrem sua ala pediátrica para visitas de cães e comprovam benefícios para os pequenos pacientes.

Ficar dentro de um hospital é uma barra, isso todo mundo sabe. Mas se para os adultos já é algo complicado, para as crianças aquela experiência pode ser ainda pior. Afinal de contas, os pequenos querem brincar na rua, viver a sua vida de crianças, mas muitas vezes acabam tendo que ficar confinados dentro de quartos de hospitais.

Aumenta o uso da Cãoterapia para crianças

Para ajudar os pequenos a terem uma melhor qualidade de vida, alguns hospitais do Brasil estão adotando alguns tratamentos alternativos. Um deles é chamado de Cãoterapia, quando os pequenos recebem a visita de simpáticos cachorros durante o dia inteiro na ala pediátrica.

Dentre os hospitais que já fazem isso está a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Toda a segunda-feira o dia dos pequenos que estão internado na ala pediátrica vira uma grande festa com a presença dos cães da ONG Patas Therapeutas.

Resultados a curto e médio prazo

Aumenta o uso da Cãoterapia para criançasO resultado imediato não precisa de qualquer exame ou equipamento para ser comprovado. Basta olhar para os rostos da crianças para perceber a felicidade dos pequenos ao receber a vista dos cães. Mas os médicos garante que a convivência com os animais também fazem com que eles tenham resultados positivos ainda mais significativos no médio prazo.

“As crianças deixam sua família, escolas, amiguinhos e às vezes até animais de estimação para ficarem aqui, se submetendo a tratamentos que são dolorosos. O que a gente faz é pegar o mundo de fora e trazer para dentro do hospital”, explica Silvana Fedeli Prado, fundadora da ONG Patas Therapeutas. “A gente resgata todo esse vínculo afetivo, eleva a autoestima das crianças”.

A ONG foi criada com este objetivo, criar cães que possam passar um dia inteiro convivendo com as crianças, dando e recebendo carinho. Para isso, os cães também passam por todos os procedimentos para que eles tenham condições higiênicas aceitáveis para que possam circular pelos quartos da ala pediátrica sem levar perigo para os pequenos.

Todos os animais que estão cadastrados na ONG e que participam do programa de visitas ao hospital possuem donos, e estes também acompanham os seus cães no dia de convívio com os pequenos.

Os médicos acreditam que este tipo de tratamento, especialmente para as crianças que precisam ficar mais tempo internadas, como as que fazem tratamentos para determinados tipos de câncer, por exemplo, são excelentes, já que ajudam na socialização e também facilitam a aceitação do tratamento pelas crianças. 

Postado em .


Pela Web

Comentários