Fofuxo.com

Dicas de adestramento para gatos

Confira algumas dicas na hora de ensinar alguns truques para o seu gato.

A maioria das pessoas que possuem um animal de estimação doméstico opta por um cão ou um gato. Muitas delas não conseguem escolher entre um deles e fica com os dois. Até aí nada demais, até mesmo porque estes animais não brigam tanto quanto as histórias populares dizem sobre eles. Mas o grande problema é que algumas pessoas pensam que os dois animais terão comportamentos iguais, apenas porque conseguem conviver em um mesmo espaço. A verdade é que os gatos possuem um comportamento muito mais independente do que os cachorros.

Dicas de adestramento para gatos

Para entender melhor estas diferenças é necessário olhar para trás, mais precisamente para seus antepassados. Os gatos e os felinos que deram origem a eles sempre foram acostumados a caçar e sobreviver praticamente sozinhos. Isso fez com que eles desenvolvessem um temperamento mais independente. Portanto, não fique chateado se o seu gato não parece demonstrar tanta alegria ao você chegar em casa, ou ainda que ele não siga determinadas ordens ou queira brincar com você. Faz parte do comportamento natural da espécie.

Mas isso não significa que um gato não possa ser adestrado e que até mesmo possa aprender alguns truques interessantes, mas isso vai depender sempre de como será a relação do bichano com o dono.

Confiança

Dicas adestramento gatos

Para treinar um gato, é necessário que se tenha uma relação de extrema confiança entre a pessoa e o animal. Neste caso ele precisa realmente ser treinado pelo seu dono, sendo praticamente impossível passar esta tarefa para um terceiro. Além disso, o gato deve sentir total confiança no seu dono para começar aceitar ordens, o que já não acontece com o cachorro, que possui uma pré-disposição para tal.

Os truques que podem ser ensinados aos gatos são praticamente os mesmos para os cachorros, sendo que os métodos sempre são muito parecidos, mas o trabalho será muito mais difícil.

Diferentemente dos cachorros, que precisam ser treinados desde bem filhotes, é necessário que o gato esteja um pouco maior para começar a participar de sessões de adestramento, para ele consiga assimilar melhor o que está acontecendo e também para que ele já tenha mais confiança no seu dono.

Petisco

Dicas adestramento gatos

Assim como os cães, nada é mais forte em um animal do que a vontade ou a necessidade de se alimentar, portanto a utilização dos petiscos, da mesma forma que no cão, realmente é a melhor opção para que a pessoa consiga treinar o bichano. É muito importante que seja dado ao animal um petisco próprio para gato, que ele já esteja acostumado e que já conheça. Os bichos geralmente tem a tendência de gostar mais de produtos que tenham carne, principalmente de peixe, do que outras gulosimas.

Dicas adestramento gatosO treinamento deve ser feito sempre por alguns momentos do dia, mas é necessário identificar um momento que o gato esteja mais ativo, porque se tirar ele do momento do seu sono ele dificilmente vai conseguir se concentrar em qualquer tarefa.

Basta fazer alguns movimentos com a comida para que o gato faça o que se pede, como sentar, deitar, ou miar, e depois disso, sempre que ele fizer o mesmo movimento ele deve ser recompensado com o petisco, sendo que este ciclo não pode ser quebrado, ou então o gato não vai querer fazer mais aquilo porque não vai saber se  vai ganhar ou não a comida.

Paciência

Mais do que no treinamento para cães, paciência com o gato é fundamental. Ao contrário dos cachorros, lembre-se que os gatos acabam tendo um sentimento mais complexo em relação ao seu dono, sendo que em muitos casos acaba não tolerando que ele seja agredido ou insultado apenas porque não está conseguindo terminar determinada tarefa.

Postado em - Atualizado .


Pela Web

Comentários